01 fevereiro, 2018

Resenha Filmes #38: O Destino De Uma Nação




     Oi gente tudo bom com vocês? Em plena Primeira Guerra Mundial e no meio do jogo de conquista de poder e territórios, a Inglaterra precisa se fechar e batalhar o mais bravamente que conseguir para conter os danos causados pela guerra as colônias e para lutar pela proteção da família real e os interesses do país e para isso precisam nomear um novo primeiro ministro sendo ele,  Winston Churchill. Para honrar o cargo no qual foi designado Churchiil terá que lutar pelo seu país e não necessariamente fazer o que é conveniente para os parlamentares de sua bancada, brigando então a favor de todos em seu país. Vem comigo saber mais.


                                       Resultado de imagem para O DESTINO DE UMA NAÇÃO

     No decorrer de uma das maiores guerras vividas pelo mundo, a Inglaterra enfrenta alguns problemas internos e tem que se manter forte para os demais países que estão participando da guerra.  Mas com a debilitada saúde do Primeiro Ministro ele precisa ser substituído rapidamente por outro que seu partido aceite e a oposição também o requisitado então foi, Winston Churchill. No começo Churchill entrou no cargo ouvindo dando ouvidos a alguns do parlamentares de seu partido que buscavam pela paz com a Alemanha Nazista para que o conflito  de anos entre ambos fosse finalizado. Porém o Primeiro Ministro precisa regatar um número X de soldados que estão encurralados. Após estudar varias formas de regate ele para de pensar na paz com a Alemanha e foca no resgate e cogita ouvir a si mesmo e encontra decisão de que lutar pelos interesses de seu país é o correto a se fazer. Ao tirar a prova de sua decisão com o povo inglês dentro do metro ele bate o martelo dentro do parlamento em um belo discurso e tanto seu partido como a oposição concordam com sua opinião. Depois disso podemos notar um andamento na situação difícil que se encontrava a Inglaterra.



                                           Resultado de imagem para O DESTINO DE UMA NAÇÃO


     Winston Churchill, é uma figura muito peculiar por sua grande habilidade de orador, por suas ideias revolucionarias e pelos seus hábitos sendo um deles beber e fumar muito. No filme pelo menos é essa a figura que é retratada o Primeiro Ministro, muitos idosos que viveram na época do mandato de Churchill podem confirmar a postura no qual ele foi apresentado na trama. Ao assumir o cargo ele está bem cansado, mas mesmo assim não foge do compromisso de seu país mesmo que comente que poderia ter sido chamado anos antes, ele claramente foi escolhido por ser uma figura que seria aceita facilmente pela oposição porque ao ver do ex- primeiro ministro ele seguiria a decisão de seu partido, mas não foi bem assim. No começo ele tinha a opinião meio que controlada por dois membros de seu partido que alegavam a paz com a Alemanha o melhor para o país, mas em sua opinião desde o começo foi lutar pelo seu país tanto nos problemas internos quanto nos externos envolvendo a guerra. Sendo assim ele põem em pratica aos poucos seu plano para levar a Inglaterra a lutar e não se render a pequenos feudos e ser submisso a outro país.



                                 Resultado de imagem para O DESTINO DE UMA NAÇÃO

     Um ponto muito importante a ser comentado é a manipulação das mídias na época da guerra, pois no momento em que Churchill vai ler seu discurso os dois membros do partido que o acompanham conseguem manipular facilmente as falas do ministro logo no momento em que ele começa a expor sua ideia sobre não apoiar a paz com a Alemanha e incentiva a guerra. Para os ouvintes ele se parecia a favor da paz, mas em seu discurso era totalmente diferente. Essa cena podemos ver duas opiniões bem diferentes no mesmo partido além, de supostamente apoiadores ao nazismo por serem “a favor“ da paz entre a Inglaterra e Alemanha. Além do poder de manipulação mesmo nas gravações de rádio que estavam começando ainda.


                                         Resultado de imagem para O DESTINO DE UMA NAÇÃO

     O apoio do povo, foi outra cena icônica do filme, pois Churchill precisava saber o que os ingleses estavam achando da guerra, se eles queriam lutar pelo seu pais e o que era importante para eles no momento. Abrindo mão do conforto de seu carro então o Primeiro Ministro vai ate o metro e pega a linha que o leve para Westminster e apenas uma parada até ele descer ele consegue tais informações sobre o sentimento do povo e as aplica em um discurso informal para os parlamentares perguntando a eles como cidadão suas opiniões. 

                                   Resultado de imagem para O DESTINO DE UMA NAÇÃO

     Optando por lutar por seu país e esboçando tão oportuno discurso perante o parlamento em sua postura de Primeiro Ministro, ele acaba conquistando a oposição ao dizer que é a favor da luta e do desejo do povo. Sendo assim Churchill acaba ganhando a simpatia de todos no parlamento, mudando então a opinião das pessoas que o colocaram em seu cargo, por conta de que pensavam seria apenas um peão de seu partido.

     Espero que tenham gostando da resenha de “O Destino De Uma Nação”, a nota para este filme é 8,0. Para quem pretende assistir tenham paciência , pois é um filme longo e bem detalhista. No mais deixem seu comentário abaixo e até a próxima resenha.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

imagem-logo
© Do meu mundo ao seu mundo - 2016. Todos os direitos reservados.
Design por: Rachel Domingos - Apê Design.