14 dezembro, 2016

Opina Aí #13: Bruxas De East End



  Oi gente tudo bom com vocês? A opinião de hoje ficar por conta da magia encontrada em uma pequena cidade chamada East End é uma família as Beauchamp. Neste post iremos analisar o contexto do seriado, semelhança com algumas produções do mercado, personagens e as polêmicas.  Vem comigo.


  Bruxas De East End é um seriado de uma narrativa muito simples, mas se destaca por tratar de uma família de bruxas, as Beauchamp e a forma com que lidam com as suas inúmeras vidas e em particular a que é narrada, pois de certa forma é a última.


 O contexto da narrativa é bem característico de uma mãe que esconder a sua real natureza das filhas e quando as mesmas descobrem passam a ter conhecimento. Sendo assim temos toda a questão do perigo eminente e das dificuldades de serem quem são e outras coisas.


  As semelhanças com outro seriados sobrenaturais é enorme, pois acontece de uma das filhas ser noiva de um cara e o mesmo vem a ter um irmão. Sendo esse irmão o homem de sua vida e ela ficar dividida entre os dois por um tempo, além do envolvimento de metamorfos. Algo bem típico de algumas narrativas como The Vampire Diaries por exemplo.


 Os personagens são condizem com suas descrições sendo Freya a bar tender meio rebelde e inconsequente, Ingrid a estudiosa e tímida, Desh o cara correntinha, Kilian o viajante meio bad boy, Joana a mãe preocupada e entre outros. Mantendo sempre uma aparência meio tenebrosa para a composição de cada um. 

  As polêmicas que rondam a produção são a respeito da quantidade de telespectadores de uma temporada para a outra é a não renovação de contrato para uma nova temporada deixando o final em aberto.


 Essas foram os pontos interessantes a se falar deste seriado repleto de magia é que mostra uma história diferente com relação às bruxas. Espero que tenham gostado e deixe seu comentário. Até o próximo post.


Um comentário:

imagem-logo
© Do meu mundo ao seu mundo - 2016. Todos os direitos reservados.
Design por: Rachel Domingos - Apê Design.