08 agosto, 2016

Resenha Seriados #07: Greys Anatomy – 12 Temporada





   Oi gente tudo bom com vocês? Aprendemos com as mortes que não devemos apegar a todas as pessoas. Isso foi basicamente o que a Shonda Rimes nos ensinou nessas onze temporadas. Elas não nos ensinou a superar todas as perdas pelos seus personagens e em um sofrimento interno assistimos a décima segunda temporada e claramente vimos uma Meredith sofrida e pronta para recomeçar a sua vida de solteira/ viúva ao lado de sua irmã Megie e sua cunhada/ irmã Amelia. Todos no hospital enfrentam problemas e tentam tocar suas vidas como podem. Nunca pensam em se apaixonar, casar, perder entes queridos, surtar, se envolver com residentes e tudo o que os doutores do Grey Sloan costumam passar. Essa temporada teve tudo de inesperado e por isso vem comigo saber e se preparar caso não tenha assistido a ela.

                                     

   Meredith passou por muita coisa desde que Derek seu marido sofreu um acidente e tragicamente veio a falecer. Sozinha com três filhos pra criar ela retorna a sua casa onde sempre viveu desde criança com sua irmã Megie e sua cunhada e quase irmã Amelia. Juntas elas tocam a casa e seus problemas como podem, em algumas situações se odeiam como todas as suas forças e em outras se amam como se sempre tivessem considerado aquele modelo de família.

                                        


    Um jantar dado por Mere em sua casa para reunir os amigos e dar início a uma clássica reunião entre eles acaba sendo uma péssima ideia, pois causa um momento estranho entre os membros do grupo pelo simples motivo de que a nova namorada da Torres foi a médica residente responsável por cuidar de Derek após seu acidente. Isso vai ser o assunto mais desagradável de todos depois de todos ficarem sabendo dos detalhes sórdidos daquela noite, virando então o assunto do jantar.


   Digerir tudo não é fácil e sabemos disso, mesmo quando dr Blake foi a responsável pela trágica morte, aturar ela acaba sendo uma atividade constante para a dr. Grey, porque ela sabe a dor por qual passou.  Os momentos de adaptação para todos ao conviver com essa nova figura na residência do hospital é nova, porém eles dão conta de superar e digerir tudo de uma forma madura.
Casos antigos do hospital vão reaparecer diante da emergência, pois uma das pacientes atendidas pelo Shepherd retorna com um tumor maior e mais grave e se surpreende por ele ter virado uma mulher, bom no caso que a atender é Amelia e por ter o mesmo sobrenome rola aquela confusão. Nessa temporada os casos vão ser bem agitados e interessantes. Os bate bocas nas mesas de cirurgia não vão para e a confusão e gritaria vai ser grande como sempre.


                                       

    Na altura do campeonato ainda contatemos com um personagem novo Dr. Riggs muito amigo/ inimigo do Hunt. O mesmo acaba sendo contratado pela Miranda para ser o novo cardiologista do hospital e vai ser outro a causar estranhamento nas pessoas após o tempo de adaptação ele irá conquistar amigos, reavivar amizade e acabar se interessando por uma certa doutora até porque os casos de romance do Grey Sloam são lendários.

                                   



    Tudo acontece no hospital e essa temporada não será diferente, a Shonda preparou uma temporada incrível mesmo matando nosso personagens mais amados ela trará uma esperança para a vida deles e uma renovação para alguns deles. Vale a pena jogar seu voto de confiança nessa temporada caso não assistiu, claro que ainda não vamos amar alguns casos de cara. Mas de uma chance e os episódios te mostram o caminho da emoção e da felicidade. Espero que tenham gostado dessa resenha e vão assistir a decima segunda temporada caso ainda não viu. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

imagem-logo
© Do meu mundo ao seu mundo - 2016. Todos os direitos reservados.
Design por: Rachel Domingos - Apê Design.